4.24.2007

Capitulo 3

Nao sou completa, sou apenas um pedaço de ti,
Toda vez que te perco nos meus sonhos, desperto contigo ao meu lado...

Não posso contar quantas vezes fizemos amor, porque seria injusto...
Foram tão raras mas deliciosas as vezes, que tirei de ti,
O teu melhor suspiro, o teu mais profundo grito na minha maior loucura.

Foram poucas as vezes,
Mas a intensidade dos momentos, me despertam fantasias incontáveis,
Porque és sempre tu que invades os meus sonhos mais secretos,
Quando sou o que mais ninguem pode ser,
Completamente tua.

2 comentários:

joaquim disse...

DIZ MESTRE: é bom quando alguem pede,mas é melhor ainda poder entregar tudo a alguem que nao pedio nada... isto vem mais para realçar o esforço feito pela escritora para estimular e seduzir o publico para os assuntos em foco nos teus textos....

viriato_iceview51 disse...

Este capítulo arrepia-me por completo...